quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Tijolo por tijolo

Sim, ela vive em um conto de fadas, desses que a gente não sabe nem de que maneira começam. Para ela, “Era uma vez” é pura invenção dos autores pra dar início ao sofrimento e à solidão. Não ouve música, não lê livros, esqueceu o gosto e o cheiro do mundo que ela deixou. E chora, quando insistem em olhá-la.

Tudo se resume à exposição das lentes e às lendas que lhe contei. Cada olhar reprovador, cada julgamento, cada pensamento incoerente, tudo isso a afeta de uma maneira que narrador nenhum consegue expressar. É tudo um equívoco. Contam-lhe que todos os ângulos estão errados, mas ela não ouve. Tem medo de voar, por isso arranca as asas de todas as borboletas que vê pela frente, na tentativa inútil de não subir com elas.

E entoa: “Mantenha seus pés no chão quando sua cabeça estiver nas nuvens”

Um dia, ele a encontrou chorando, encolhida no chão sujo, prestes a entregar-se de vez. Queria salvá-la de alguma maneira. Ela queria ser salva. Mas o “felizes para sempre” não veio. O relógio soou meia-noite e a história da princesa encerrava-se ali. Pensou em desistir, mas a única coisa que poderia fazer era voltar pra casa. Ou construir uma nova, tijolo por entediante tijolo, antes que os lobos viessem derrubá-la.

E escrevia: “Mantenha seus pés no chão quando sua cabeça estiver nas nuvens”

O mundo mágico é sempre melhor, quando sua vida real é uma tragédia. Você se camufla em imagens falsas, pessoas falsas, atitudes falsas. E, no final, o mais falso continua sendo você mesmo. Porque se não é real, você não pode abraçar com as mãos, não pode sentir com o coração e eu não vou acreditar. Mas se é verdade, você pode ver com seus olhos, até na escuridão. E na escuridão é onde eu quero estar…

Por isso, pegue sua pá e vamos cavar um buraco, desses bem grandes. E forçaremos, tentaremos, conseguiremos colocar um castelo dentro dele. O seu castelo de medos, de traumas, de opiniões contraditórias. E enterraremos o tal castelo.

E enquanto a ela? Continua entoando e escrevendo por aí: “Mantenha seus pés no chão quando sua cabeça estiver nas nuvens”.

(Texto escrito à partir da letra traduzida de “Brick By Boring Brick” do Paramore)

Comente com o Facebook:

6 comentários:

  1. Muitoo boa a musiicaa!
    Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  2. gostei, tdo oq voce escreveu é exatamente oq a musica quer passar para as pessoas :D

    ResponderExcluir
  3. Adorei a citação de "Brick By Boring Brick".
    xD

    If it's not real you can't hold it in your hands ♫

    ResponderExcluir
  4. Aceita Parceria com os meus 2 blogs?

    Visite e diga se aceita, depois mande-me o seu banner...

    ResponderExcluir
  5. Aceita Parceria com os meus 2 blogs?

    Visite e diga se aceita, depois mande-me o seu banner...

    os blogs:

    http://tecnologias-blog.blogspot.com/
    http://blogdopessoalparaopessoal.blogspot.com/

    ResponderExcluir