sábado, 12 de janeiro de 2008

“Vivemos esperando dias de paz, dias a mais, dias que não deixaremos para trás...”

É com essa máxima do Jota Quest que iniciamos uma discussão meio acalorada. O que é a fé? O que é ter fé? É necessário que exista fé hoje em dia?

De acordo com o Dicionário Aurélio, "fé" quer dizer:

[Do lat. fide.]
S. f.
1. Crença religiosa.
2. Conjunto de dogmas e doutrinas que constituem um culto.
3. Rel. A primeira virtude teologal: adesão e anuência pessoal a Deus, seus desígnios e manifestações.
4. Firmeza na execução de uma promessa ou de um compromisso.
5. Crença, confiança.
6. Asseveração de algum fato.
7. Testemunho autêntico que determinados funcionários dão por escrito acerca de certos atos, e que tem força em juízo.

A partir dessa definição, "ter fé" significa acreditar em algo ou em alguém. Confiar no impossível, no extraordinário, procurando razões para se prender a essa idéia. Complicado, não?

Pesando os prós e os contras do mundo atual, a fé é sim extremamente necessária. Acreditar em um amanhã sem discussões, brigas ou disputas é o primeiro passo de um homem “temente aos castigos de Deus” e que possui fé na vida. O mundo não está bem. O mundo está doente, e talvez, dizem os mais fanáticos, a única cura existente seja a fé.

Mas que fé seria essa? Seria a fé em um Deus onipotente e bondoso, ou seria a fé em um amanhã de paz e harmonia?

Alguns afirmam que para se obter as conseqüências indicadas ao final de minha pergunta, seria preciso se pegar com a maioria dos deuses possíveis, de Zeus, passando por Alá, chegando ao Deus conhecido de todos os cristãos. Ou seja, paz e harmonia seriam presentes, merecidos, para quem um dia acreditou que tudo podia ser diferente.

Mas e quem acredita, desacreditando? São tantos problemas que nos rodeiam que uma luz no fim do túnel parece cada vez mais complicada de se encontrar. Essa é a função primordial da fé: fazer com que você acredite, apesar de todas as adversidades, procurando na fé uma solução para o seu problema, quão grande e complexo ele seja.

A fé tem vários rostos, várias maneiras de manifestação, porém, é indiscutível. Cada um tem (ou não tem) a fé em que acredita, a fé que acha necessária para viver. Odeio quando tentam discutir minha fé, quando dizem que eu não tenho fé.

Claro que tenho fé. Senão, pra quê estaria escrevendo sobre a ?

Comente com o Facebook:

8 comentários:

  1. "A estranha mania de ter fé na vida". . .

    Realmente, a filosofia está empregnada em suas raízes, meu caro. Nos dias de hoje, precisamos ter fé, parcimônia em nossas ações, e lucidez para saber lidar com tudo isso.

    Nosso Deus está presente em tudo e em todos, não é a toa que existem muitos agnósticos e, pasmem, até ateus que obtem algumas graças. O que vale é como sabemos administrar essa energia cósmica que nos faz levantar e crer naquilo que nos dá forças. Enfim, a fé.

    Parabéns, ragazzo mio! xD
    Abração!!!
    Leandro Merlllin
    http://www.olhardesaldejack.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Marcos Lima...
    vc foi Divinamente Sábio ao abordar esse tema!!!
    É verdade, concordo com vc...
    ultimamente tah mtu dificil de acreditar msm..
    mas..
    bola pra frente..
    um dia isso[vida] vai melhorar..
    adorei a post!!!!

    Congratulations, little thing!!!

    bjO"z

    P.S.: I Love You[tube]

    ResponderExcluir
  3. A fé mais importante que devemos ter, é em nós mesmos, para realizarmos nossos sonhos, e aí sim ser pessoas felizes!

    Obrigada por sua visita.

    Abraço

    ResponderExcluir
  4. oieeeeeeeeeee

    retribuindo a visita, me surpreendi, seu blog é ótimo.

    olha, fé é algo muito complexo, acho que palavras não explicam. e do mesmo jeito que fé é acreditar em algo que a gente não vê; falar de fé é falar de algo que a gente não sabe, sobre algo que a gente não vê... entendeu? kkkkkk

    esquece, é q eu me enrolo d+ nas palavras hehehe vou linkar tb. bju

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. "A fé e a razão constituem como que as duas asas pelas quais o espírito humano se eleva para a contemplação da verdade. Foi Deus quem colocou no coração do homem o desejo de conhecer a verdade e, em última análise, de conhecer a Ele, para que, conhecendo-O e amando-O, possa chegar também à verdade plena sobre si próprio".

    Encíclica Fides et Ratio (Fé e Razão, em latim), do Papa João Paulo II.

    Eu creio em Deus, no Deus do Cristianismo, mas minha fé não é cega. Procuro argumentos racionais para sustentá-la.

    "A fé sem ciência é cega; a ciência sem fé é manca". Albert Einstein

    Não podemos acreditar em tudo que vemos, mas também não podemos desacreditar em algo só porque não podemos vê-lo. Esta é minha mensagem para vocês.

    Markoso, obrigado por ter linkado meu blog.
    http://fecienciaeetc.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. você é ótimo, e não é mais um comentário banal, eu gostei mesmo... mas não tenho fé, haha

    ResponderExcluir
  8. Bons textos, pelo que vi. Belas palavras.

    ResponderExcluir